Uma crônica de Mário Prata

Um remedinho para o Turco
Mário Prata

A Arte da Crônica:  “Os prodígios da biotecnologia cubana tinham em Fidel Castro seu maior propagandista. Todo ilustre visitante do sexo masculino que o visitasse recebia de presente uma caixa de pílulas PPG5. Fabricado à base de um álcool de alto peso molecular, extraído da cana-de-açúcar, o remédio teria a propriedade de aumentar o calibre das artérias e atacar as frações de gordura existentes no sangue. Durante as pesquisas descobriu-se que, além de reduzir sensivelmente as taxas de colesterol, o efeito vasodilatador da pílula também atuava sobre o pênis, estimulando a ereção.”

Leia íntegra da crônica comentada

Leia mais sobre a Arte da Crônica

Para ler outras crônicas e autores, passe o mouse sobre o ícone Literatura na Web, abaixo do logotipo do Blog, depois sobre A Arte da Crônica e escolha o título e autor de sua preferência.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s