Uma crônica de Ignácio de Loyola Brandão

 

Regina, Marta, Possi e a americana Bishop
Ignácio de Loyola Brandão

A Arte da Crônica: Dignidade hoje provoca risos. Só que todas as revoluções no palco já foram feitas. Tudo foi implodido, demolido, desconstruído, ditos todos os palavrões, tiradas todas as roupas, exibidos todos os corpos, massacrados todos os governos, ideologias e crenças. Foram momentos fundamentais, criados por pioneiros inquietos que renovaram. Estava na hora de se retornar às emoções, conflitos, sentimentos, dúvidas, felicidades, paixões. Motores do mundo e da história do ser humano. Estamos saturados de comediazinhas medíocres, escritas em uma semana, para aproveitamento do ator do momento na Globo, do sucesso de plantão ou de modelos fashion alçados a canastrões, para alegria da mídia voraz por pop stars.

Leia íntegra da crônica comentada

Leia mais sobre A Arte da Crônica

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s