Entrevista com Moacyr Scliar

Morto aos 73 anos em Porto Alegre, Moacyr Scliar foi um dos escritores brasileiros mais produtivos. Autor de obras “O Centauro no jardim”, “A Majestade do Xingu”, “A mulher que escreveu a Bíblia”, “Contos reunidos” e “Saturno nos Trópicos”, entre outros. Há mais de cinco anos, Scliar concedeu uma entrevista exclusiva ao WebWritersBrasil na qual afirmava que seu principal projeto para o futuro era simplesmente “continuar escrevendo.” Mais atual do que nunca, a entrevista (reeditada) é um registro histórico do pensamento do escritor e uma aula sobre a arte de escrever contos e literatura. 

Moacyr Scliar foi médico e escritor. Escreveu mais de oitenta livros, dentre ensaios, crônicas, contos e romances, inclusive literatura infanto-juvenil. Publicou seu primeiro livro em 1962. Um dos mais premiados escritores brasileiros, em 2003 foi eleito para a cadeira número 31 da Academia Brasileira de Letras.

“O romance proporciona mais oportunidades, mas o conto é um desafio maior. É mais difícil escrever um bom conto do que um bom romance (…) O conto tem que narrar uma história com uma carga emocional grande. Ou seja: deve ser sintético (…) o gênero conto ressurgiu no panorama literário brasileiro. E a Internet está trazendo os jovens de volta ao texto, permitindo inclusive a divulgação de seus trabalhos literários.”

Leia resumo ou íntegra da entrevista

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s